MEDITAÇÃO PARA A PAZ

MANTER EXTERNO O QUE É EXTERNO.
Temos uma recomendação muito importante que nos vem da Bhagavadgītā, nas palavras de Kṛṣṇa, bahyaṁ sparśaṁ bahiḥ kṛtvaṁ: “mantenha externo aquilo que é externo”.

Rigorosamente falando, tudo é externo. Mas Kṛṣṇa faz essa precisão no sentido de nos ajudar a não internalizar, não trazer para dentro de nós, coisas que inadvertidamente possamos carregar, sem necessidade.

Carregar, dizemos, no sentido de ter dentro da nossa mente, por exemplo, pessoas que não precisam ocupar esse lugar, situações que nos tiram a paz ou a tranquilidade. Essas situações, muitas vezes, se esgueiram para dentro da nossa pele e não nos deixam. Viajam conosco, vivem conosco, almoçam conosco e vão dormir conosco.

Esse conselho de Kṛṣṇa é fantástico. Deixar o sol externo é fácil. Deixar a montanha externa é fácil. Deixar o céu externo é fácil. É óbvio. Agora, deixar a sua mãe de fora já nem sempre é tão óbvio. Algumas das fontes de aflição, aśāntiḥ, viajam com a gente. Sem pagar passagem, pessoas ficam sob a sua pele e viajam com você, perturbam você, mesmo sem fazer nenhuma ação.

Swāmi Dayānanda.

yoga.pro

YOGA no mar 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *